sábado, 12 de agosto de 2017

A dor que me machuca é a mesma que me ensina!

 





E ela guarda no seu olhar profundo um mundo inteiro impossível de descrever

Tão forte por fora. Tantas confusões por dentro, mente calma coração barulhento

Seja como as flores, a cada primavera renove-se 

E que o tempo leve de mim somente aquilo que me faz mal…

Quem não sabe o que quer, perde o que tem!