quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Modelo gaúcha sofre acidente de bicicleta em SP e fica em estado grave




A modelo gaúcha Mariana Livinalli Rodriguez, de 25 anos, se envolveu em um acidente com um ônibus quando andava de bicicleta na Avenida Brigadeiro Faria Lima, em Pinheiros, Zona Oeste de São Paulo, no início da tarde desta terça-feira (1º). Ela foi encaminhada para o Hospital das Clínicas, onde está em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).


A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou que a ocorrência aconteceu no cruzamento da Rua Chopin Tavares de Lima com a Faria Lima. A ciclovia da Faria Lima cruza esta rua, onde há um semáforo.


Em nota, a CET afirma: "Lamentamos o acidente e aguardamos investigação da Polícia para esclarecer as circunstâncias. Informações preliminares da CET são de que o acidente ocorreu ontem (1º), às 12h13, envolvendo ônibus e bicicleta, na esquina da Avenida Brigadeiro Faria Lima com a Rua Chopin Tavares de Lima. Para os ônibus que trafegam na Avenida Brigadeiro Faria Lima, no sentido Itaim/Pinheiros, é permitida a conversão à esquerda para a Rua Chopin Tavares de Lima. Esse cruzamento é controlado por semáforo, com um foco específico para conversão de ônibus à esquerda e outro específico para ciclistas. A ciclovia fica no canteiro central da Av. Brigadeiro Faria Lima".


A leitora e estudante de jornalismo Andreia Barros estava saindo do dentista quando houve o acidente. Segundo ela, a ciclista estava fora da ciclovia e cruzou a avenida quando o semáforo estava fechado para bicicletas e pedestres. Andreia enviou a foto ao G1.


Já segundo a estudante de direito e assistente jurídica Karina de Jesus Bezerra, que testemunhou para a polícia o acidente, a modelo vinha pela ciclovia e estava sem capacete. Karina disse ao G1 que estava no ônibus sentada atrás do banco do motorista e viu quando o semáforo abriu para o ônibus atravessar a Faria Lima.


"Como é um cruzamento, o ônibus estava atravessando, e ela não reparou. Ela bateu na lanterna do lado esquerdo da frente do ônibus", disse.
Karina disse que ligou para a polícia e o resgate chegou rápido. "A moça estava inconsciente." Ela afirmou ainda que o motorista e o cobrador do ônibus ficaram muito abalados. "O motorista chorou."
Fonte: G1

Se inscreva em nosso canal