sábado, 11 de abril de 2015

Santos festeja boa fase de Damião, e quer vendê-lo até o final do ano





Em um cenário normal, o Santos poderia ficar irritado com a melhora do rendimento de Leandro Damião: deixou para trás o fracasso na Vila Belmiro para se tornar um sucesso no Cruzeiro. Mas, como tem uma dívida de R$ 42 milhões relacionado ao jogador, a diretoria santista festeja sua boa fase porque pode representar uma venda mais rápida.
Em três meses de Cruzeiro, Damião já marcou 11 gols em 14 jogos. É o mesmo número de tentos assinalado por ele em um ano de Santos depois de ter sido contratado do Internacional. Lembre-se: quem pagou foi o Doyen Group com o direito a receber o dinheiro ao final do contrato do jogador, seja ele vendido ou não.
“É uma boa coisa (a boa fase de Damião). Ele está muito bem. Não sei explicar porque (não foi bem no Santos) pois ele tinha um ambiente muito bom no Santos, em que o grupo é bastante coeso'', analisou o vice-presidente santista, César Conforti.
O Santos economizou com a saída de Damião pois lhe pagava cerca de R$ 750 mil por mês. Mas, agora, o objetivo é garantir o dinheiro que terá de ser pago ao grupo Doyen.
“O ideal seria vender no meio do ano. Claro, ai teria que conversar com o Cruzeiro (que tem empréstimo até o final do ano). Mas, se não der, pelo menos no final do ano. Tenho certeza que os empresários dele estão procurando'', analisou o dirigente, que não descartaria negociar o atacante com o Cruzeiro. Neste caso, haveria a dificuldade para atingir o preço final para recuperar o dinheiro do Santos.
Fonte: Uol