sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Aleitamento materno.

Ola...

Tudo bem com vocês?
Hoje vamos falar sobre aleitamento materno.

O que as mães precisam saber!?

     Muitas mães ainda não conhecem as pesquisas sobre o aleitamento materno.
A maioria deixa de amamentar seu filho alegando problemas que, quase sempre, vem da falta de esclarecimento. Há procedimentos aparente mente inocentes que trazem prejuízos permanentes a saúde da criança. Então vamos falar dos problemas mais comuns que as mães enfrentam em relação ao aleitamento.

 "Leite fraco"

      "Meu leite é fraco!" Esta é uma queixa muito comum entre as lactantes.
Uma análise da composição do leite de mães desnutridas, que viviam em regiões assoladas pela fome, mostrou que, apesar de magras e mal alimentadas, seu leite não perdia o valor nutritivo. O organismo materno prioriza a nutrição da criança, chegando a ponto de espoliar dos tecidos os elementos necessários a síntese láctea. Como resultado, a mãe fica cada vez mais fraca, mais o leite mantém-se forte.
      Não raro, as mães pensam que seu leite é fraco porque a criança não demora a ter fome depois de uma "mamada". Quando toma a mamadeira, permanece varias horas sem reclamar alimento, dormindo tranquilamente. O leite materno é nutricionalmente perfeito, sendo de fácil e rápida digestão e assimilação, mo tivo por que a criança logo volta a sentir fome. No caso do leite da vaca e leite sintético, como a digestão é mais difícil, o bebê fica "empanturrado" por várias horas. Surge então a falsa impressão de que este tipo de alimento é " mais forte".

"Pouco leite"

    As mães têm razão em se preocupar com a quantidade de leite que passam ao lactante, se é ou não suficiente a boa nutrição.Mas há alguns aspectos vitais que elas precisam conhecer:
    Para que o leite seja produzido em quantidade suficiente é preciso haver estímulo fisiológico adequado, que é desencadeado através da sucção do neném. Se por algum motivo ele não suga com a necessária força, a secreção de leite tende a diminuir.

 O que pode causar a diminuição da força de sucção do bebê?

      A mamadeira é uma das causas principais, pois, sendo usada inoportunamente, as vezes adoçada com açúcar refinado e/ou concentrada com farinhas especiais, toma o lugar do seio, isto é, tira a fome da criança para mamar. E se o bebê suga pouco, a consequencia inevitável é a queda na produção de leite. Outros alimentos e preparações, como sucos de frutas, papinhas, chazinhos, sopinhas, etc., dados fora do tempo certo, também prejudicam a amamentação.

Leite materno, o melhor para o bebê

    Não resta a menor dúvida de que o leite materno é, em todos os aspctos, superior ao leite de vaca ou leite maternizado para a nutrição na primeira infância. As evidencias vantagens da lactação natural vêm sendo comprovadas por pesquisas médicas e hoje constituem consenso médico-nutrológico em ômbito internacional. A fórmula natural designada pelo Criador para o homem em sua primeira atapa de vida é, indiscutivelmente, conveniente a saúde e ao desenvolvimento físico.

Fonte: DR. DANIEL BOARIM.
Bjsss no ♥